Projeto Revivendo a Praça


banner0%2c90x1%2c20m_revivendo-a-praca

Lançado na noite de sábado (27), pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), o Projeto “Revivendo a Praça” terá atrações, dos mais variados gêneros, sempre na Praça Coronel Fernando Prestes, no Centro.

A iniciativa teve como pontapé inicial uma solenidade no Gabinete de Leitura Sorocaba, com as presenças do prefeito José Crespo, do secretário de Cultura e Turismo, Werinton Kermes, do professor Aldo Vannucchi, do presidente do Gabinete de Leitura, Antônio Carlos Rubinato, bem como de outros secretários municipais, autoridades e agentes culturais. Em seguida, foi realizado o 1º Festival de Marchinhas de Sorocaba.

Em discurso, José Crespo falou da felicidade em tirar do papel um projeto idealizado por Aldo Vannucchi, em janeiro do ano passado, e que tem como parceiro a Associação Comercial de Sorocaba. Lembrou que o professor levou a proposta durante a posse de Antônio Carlos Rubinato como presidente do Gabinete de Leitura. Adiantou ainda que há outras ações de revitalização da praça sendo estudadas pela administração.

Dentre as atrações do “Revivendo a Praça” estarão sarau, peças teatrais e incentivo à leitura. “Com este projeto, estamos devolvendo à praça a quem verdadeiramente lhe pertence, que é o povo sorocabano”, afirma o prefeito.

Por sua vez, o secretário Werinton Kermes disse que as atividades do projeto estão programadas até novembro. Disse também que está entusiasmado com a realização do “Revivendo a Praça” e lembrou que, no ano passado, cerca de 300 ações foram promovidas pela atual administração – quase uma por dia. “A cultura é uma das marcas do governo Crespo”, acrescenta. “Tudo isso está sendo realizado graças ao apoio das demais secretarias municipais e de parceiros.”

Convidado a falar, Aldo Vannucchi recordou os tempos de infância em que frequentava a Praça Coronel Fernando Prestes. Ressaltou a importância do Gabinete de Leitura como parceiro do projeto e complementou: “Vamos fazer a praça principal da cidade ter vida o ano todo”.

Já Antônio Carlos Rubinato disse que o Gabinete de Leitura abraçou a iniciativa assim que teve conhecimento. “Esperamos trazer algo de bom à praça que era uma festa, aos fins de semana, algumas décadas atrás”, conclui.